OI - 33 98823 3877

COPA MOL DE ENDURO FIM 2018
REGULAMENTO BASICO

1- Baseado nas regras do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018 da CBM.
2 - Diretoria das Cidades sedes: -
..................... 1 – Michel – São Mateus (27) 99910 7163
..................... 2 – André – Pedro Canário (27) 99975 0731
..................... 3 – David – Montanha (27) 99608 1187
..................... 4 – Eucimar – Pinheiros (27) 99652 7694
..................... 5 – Robinho – Vila Pavão  (27) 99808 9966
..................... 6 – Rafael – Nova Venécia (27) 99846 3585
..................... 7 – Edimilson – Mantena (33) 98823 3877 - APURAÇÃO

3 – Não Será pago os Alvará de Prova
4 – Cada cidade sede é obrigatório a fazer um quite de numeração padrão para as motos
5 – Os organizadores de cada etapa poderão indicar 6 pilotos (pilotos da cidade sede) para pontuar com seu melhor resultado no campeonato e obrigatoriamente estarem presentes no dia da prova e diretamente envolvidos na organização;

6 – Ao Final do Campeonato, será Campeão em sua categoria e na Geral o piloto que somar o maior número de pontos.
7 – Haverá 1 (um) descarte de prova - largada.
8 – DESEMPATE:
8.1 - No Campeonato: será em prol do piloto que obteve maior número de primeiros lugares, depois mais segundo lugares e assim por diante. Caso ainda persista o empate, a preferência será dada ao piloto melhor colocado na última prova, e assim por diante em ordem inversa de prova.
8.2 - Na Etapa: o vencedor será o piloto que tiver o menor tempo no especial 1, 2.....etc, na Categoria e na Geral.
9 – As largadas serão sempre as 10:00hs (horário Brasilia)
10 – O valor das Inscrições serão de R$70,00 pelo site e deposito e R$80,00 no dia do evento,
sempre 1 hora antes da largada

11 – DEVERES DO PILOTO: É dever de todos os pilotos nas competições manter o mais alto espírito desportivo para com os demais concorrentes, antes, durante e após a competição e respeitar todas as disposições constantes no presente regulamento e seus adendos, bem como as disposições do Código Brasileiro de Desportos, Código Brasileiro de Motociclismo e Código Nacional de Trânsito.
12 – A documentação do piloto e da moto é de única e exclusiva responsabilidade do participante.
13 – Ao assinarem a ficha de inscrição, os pilotos eximem a CBM, a Federação responsável, o
clube organizador, os promotores e patrocinadores da prova, de toda e qualquer espécie de responsabilidade por danos que venha a causar a terceiros e ou a si próprio, antes, durante e após o desenrolar da competição.
14 – CIRCUITO – O percurso terá 2 especiais por volta e terá um tamanho de 25km a 30 km aproximadamente por volta, e ainda no Cross Teste – 2 km aproximadamente e Enduro Teste de 3 a 6 km aproximadamente.
No percurso de deslocamento os pilotos devem seguir rigorosamente as leis de trânsito, nas áreas em que a prova transcorrer, sob pena de PENALIZAÇÃO OU DESCLASSIFICAÇÃO.  A organização poderá estabelecer zonas de fiscalização de passagem manual, com penalização.
15 – CATEGORIAS:
* ENDURO 1: ate 125 2t e ate 250 4t
* ENDURO 2: de 175 2t ate 300 2t e de 251 4t ate 450 4t;
* ENDURO 4: CRF230. Obrigatoriamente motor e chassis originais. Preparação de suspensões é livre, inclusive substituição. A preparação do motor é livre, mas é obrigatório o uso do cilindro original da motocicleta;
* ENDURO 40: para pilotos acima de 40 anos completados no ano corrente;
* ENDURO 50: para pilotos acima de 50 anos completados no ano corrente;
* ENDURO 5 A:  para pilotos iniciante,  moto Importada.
* ENDURO 5 B:  para pilotos iniciante,  moto Nacional.
16 – PREMIAÇÕES:
Serão entregues aos 5 primeiros colocados nas categorias: E1, E2, E4,
Serão entregues aos 7 primeiros colocados nas Categorias E5A importada e E5B nacional
Serão entregues aos 3 primeiros colocados nas categorias:  E40, E50 e na Geral
Na entrega de premiação da Etapa é obrigatório pódio e banner de fundo.
No final do campeonato será premiados com troféus os 1º e 2º de cada categoria e na geral
Para pontuar na Etapa e no campeonato, o piloto deve fazer sua largada na Etapa e completar
um dos especiais do dia (CT ou ET)
17 – Haverá parque fechado para a motocicleta e obrigatório 30 minutos antes da Largada, o não cumprimento poderá acarretar penalização ou desclassificação do competidor, e ainda
sendo obrigatório o piloto inicie e termine a prova com a mesma motocicleta, a troca leva a DESCLASSIFICAÇÃO da prova. É proibido ruídos excessivos emitidos pelo sistema de escapamento;
PENALIZAÇÃO 60 SEGUNDOS no seu tempo total.
A motocicleta deverá ser colocada no parque fechado em até 30 Min. da hora da largada. O piloto que não cumprir o horário será penalizado com 60 segundos por cada minuto de atraso, até 15 Min da largada;
No decorrer da prova o Piloto que for constatado com corte de percurso receberá a penalização julgada pela Organização.
18 – REPAROS E MANUTENÇÕES: Todo reparo e/ou manutenção nas motocicletas deverão observar os critérios a seguir:
1. O piloto poderá receber ferramentas e/ou peças em qualquer parte da prova.
2. Os reabastecimentos (gasolina e óleo), deverão ser feitos nos CHs de Largada e deverá ser feita com o motor desligado. NÃO CUMPRIMENTO CABE PENALIZAÇÃO.
3. O piloto pode receber a qualquer tempo e lugar, câmaras de ar e cilindros de ar, que poderão ser trocados a qualquer tempo, inclusive com ajuda de mecânicos.
19 – ÁREA DE LARGADA - É uma pequena área fechada localizada logo após o Parque Fechado, onde os pilotos aguardam o sinal de largada. A moto só poderá ser ligada pêlos meios normais (kick ou partida elétrica).
20 – ORDEM DE LARGADA
Na primeira etapa a ordem de largada será os por sorteio e na ordem crescente das categorias, nas etapas seguintes, os 15 (quinze) pilotos melhores classificados na Geral da Copa, inscritos na prova, largarão sempre na ordem da classificação, independente de sua categoria. Os demais pilotos largarão pela ordem de inscrição no site antecipadas e depois os inscritos no dia da prova, ressalva de 1 hora antes da largada.
A largada poderá sempre de 1 ou 2 pilotos por minuto.
19 – CONTROLES HORÁRIOS (CHs)
O controle horário – CH - visam anotar o horário de passagem do piloto, desconsiderando os segundos, e haverá sempre o de Largada e das voltas com um relógio oficial.
O piloto perderá 30(trinta) minutos caso não passe por algum Controle de Passagem;
O FORFET é o tempo máximo estabelecido pela organização para o piloto percorrer o CT ou ET.
CONTROLE DE PASSAGEM (CP’s) é um ponto determinado pela organização colocado nos deslocamentos da prova e visa confirmar a passagem dos competidores, eles serão quantos o organizador julgar necessários, e colocados em pontos estratégicos definidos pelo organizador. Caso o participante não passe pelo caminho, ou mesmo por um caminho diferente ao estabelecido pelo organizador ele será PENALIZADO EM 10 MINUTOS por CP pedido. Os CP poderá ser feito por comissário anotando manualmente a passagem de cada competidor.
21 – DESCLASSIFICAÇÃO:
1. Não colocar a moto no parque fechado;
2. Trocar de motocicleta durante a prova;
3. Fumar no Parque Fechado;
4. Chegar mais de 15 minutos de atraso na zona de largada;
5. Transportar combustível dentro de outro recipiente que não seja o reservatório de gasolina
6. Pilotar fora do caminho definido ou em sentido contrário;
7. A cilindrada ultrapassar a indicada na ficha de inscrição;
8. Trafegar em sentido contrário da prova
PENALIZAÇÕES
1. Reabastecimento fora da áreas definidas autorizadas pela organização; 60 SEGUNDOS
2. Não desligar o motor durante o reabastecimento; 60 SEGUNDOS
3. Não observar leis de trânsito; 60 SEGUNDOS
4. Percorrer qualquer teste especial em algum veículo (só é permitido a pé); 60 SEGUNDOS
23 – A sinalização segue o padrão da CBM.
24 – Etapas da Copa de Enduro FIM
04 DE MARÇO                        SÃO MATEUS
08 DE ABRIL                           NOVA VENECIA
06 DE MAIO                            PEDRO CANARIO
03 DE JUNHO                         PINHEIROS
08 DE JULHO                         MONTANHA
12 DE AGOSTO                     VILA PAVÃO